A Casa dos Espíritos - Isabel Allende

acasadosespiritos.jpg

A história, transcorrida entre a década de 20 aos anos 70,  começa com a união de um homem simples (Esteban Trueba), que fica rico, com uma jovem de poderes paranormais. A saga se desenvolve a família Trueba ser atingida pela revolução, que no início da década de 70 derrubou o presidente Salvador Allende.

Considerado pela crítica um clássico da literatura latino-americana, "A Casa dos Espíritos", romance transcendental de Isabel Allende, conta a saga da turbulenta e numerosa família Trueba, do Chile, com o seu patriarca angustiado e suas mulheres clarividentes. Trata-se de uma narrativa vertiginosa que se alimenta de si mesma e parece tender ao infinito. É no seu desfecho que se alcança o efeito trágico da obra cujo limite não é o esgotamento das narrativas, mas um golpe de Estado que metamorfoseia as narrativas em sangue nas sarjetas e as palavras em silêncio. Num panorama da história chilena que vai de 1905 a 1975, desfilam personagens como Esteban Trueba, latifundiário e senador; Clara, sua mulher clarividente e Alba, sua neta, jovem, socialista e, portanto adversária do patriarca e de seus cúmplices.